Choque de tradições: o que esperar taticamente de Santa Cruz x Caruaru City

Por: Ivan Mota

Experiência versus juventude. Conhecedor da competição, o Santa Cruz mede forças contra o novato Caruaru City para fazer jus ao peso da camisa e chegar às semifinais do Campeonato Pernambucano Betsson 2022, tendo a volta da torcida a seu favor. Partida entre Cobra Coral e Leopardo acontece neste sábado (19) às 16h30, no Arruda, pela quartas de final do Estadual.

Nesta análise, o Pernambutático separou para os torcedores envolvidos todos os detalhes táticos dos adversários, possíveis escalações, números e muito mais. O vencedor do duelo avança para enfrentar o Náutico, nos Aflitos, em data a definir.

Leston Júnior deve manter o time que empatou na última rodada da fase de grupos. Rafael Furtado, que estreou como titular contra o Timbu, foi um dos destaques do jogo e continua no comando de ataque. Mateus Anderson, que retornou ao time após lesão e anotou o gol tricolor na partida, também deve ser mantido. O único desfalque certo é do volante Rodrigo Yuri que, por conta de uma entorse no joelho, não tem previsão de volta aos gramados.

Manutenção da base inicial é um dos trunfos de Leston (Feito no Tactical Pad)

Já Thyago Marcolino, que poupou alguns dos principais jogadores no último jogo, quando empatou com o Vera Cruz por 3 x 3, deve ir com força máxima para o duelo decisivo. Assim, nomes como Igor Leonardo, Léo Cotia, Pedrão, Maicon, Candinho e Grafite voltam ao 11 inicial do Leopardo, à medida que o capitão Henrique retorna após lesão muscular.

City aposta na força máxima em jogo mais importante da história (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA A COBRA CORAL

Terceiro melhor ataque da primeira fase, com 19 gols em nove jogos, o Santa Cruz realizou algumas trocas de peças importantes na última rodada, tendo grandes chances de permanecerem para este duelo. Mateus Anderson, que ganhou a vaga de Esquerdinha, deve seguir atuando mais aberto pelo lado direito, levando Tarcísio para o meio. Já Rafael Furtado, substituto de Walter, atuou na mesma função do ex-jogador e deu mais mobilidade ao ataque, se movimentando bastante também pelas beiradas.

Ataque do Santa Cruz mantendo o 4-2-3-1 (Imagem: Premiere)

Partindo para cima, o time costuma seguir o mesmo esquema tático inicial, o 4-2-3-1. Matheuzinho, Tarcísio e Mateus Anderson, peças da trinca, alternam bastante o posicionamento no meio de campo, sempre se aproximando do centroavante nos momentos mais ofensivos, tendo apoio de um dos laterais e dos volantes.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

COMO ATACA O LEOPARDO

Com 14 gols em 9 jogos, o Caruaru City tem o pior ataque dentre todos os classificados às fases finais do Campeonato Pernambucano. Porém, quando joga com sua força máxima, o time conta com algumas peças que chegam levando bastante perigo para os adversários, principalmente no último terço do campo.

Leopardo atacando no 4-3-3 com auxilio dos laterais (Imagem: TV FPF)

Quando avançam, os comandados de Thyago Marcolino podem formar o 4-3-3. Os laterais, principalmente Edvaine, que também já atuou como ponta esquerda, chegam ao setor ofensivo e se aproximam dos pontas. Candinho, que pode atuar tanto de meia, como centroavante, tem nas bolas paradas e chutes de longa distância suas principais armas.

COMO DEFENDE A COBRA CORAL

A defesa segue sendo a principal carência do Tricolor até o momento nesta temporada. Com 14 gols sofridos na primeira fase, o time foi o mais vazado dos classificados; o que pode explicar isso é a inconstância na escalação do setor por conta de lesões. A lateral direita, que deve ser assumida por Marcos Martins no restante da temporada, já foi ocupada por Ítalo Melo, Matheus Lira e Edson Ratinho. Da dupla de zaga, apenas Alex Alves se firmou, porém, teve Lucão, Guedes e Júnior Sergipano como parceiros.

Defesa do Santa Cruz postada no 4-1-4-1 (Imagem: Premiere)

Quando se defende, o time pode se postar em um 4-1-4-1. Um dos volantes, nesse caso Gilberto, atua mais recuado entre as duas linhas de quatro. Além disso, todos os homens de meio de campo também recuam, atuando assim na segunda linha ao lado de Elyeser, que seguirá como substituto de Rodrigo Yuri.

COMO DEFENDE O LEOPARDO

Com 12 gols sofridos na primeira fase, o Caruaru City até demonstrou certa consistência defensiva em quase todas as partidas que atuou com o time titular. Porém, quando poupou jogadores, incluindo o goleiro Igor Leonardo, um dos destaques do campeonato, acabou sendo vazado três vezes pelo Vera Cruz.

City se fechando em um 4-4-2 (Imagem: TV FPF)

Por jogar fora de casa nesse mata-mata de jogo único, é possível que o time caruaruense tente se fechar na maior parte do tempo, visando as saídas em contra-ataques. Desse modo, todos os jogadores de linha possuem papel no campo defensivo, marcando num 4-4-2 com as linhas muito próximas e de blocos médios, tentando fechar ao máximo os espaços para infiltrações dos adversários.

PARA FICAR DE OLHO: SANTA CRUZ

Marcos Martins (LAT) – Experiência na lateral. Aos 32 anos, Marcos Martins foi titular pela primeira vez em seu retorno ao Santa Cruz somente nessa última rodada e demonstrou uma solidez defensiva interessante que o time ainda não havia encontrado. Apesar de chegar pouco ao ataque, o jogador deve ser peça importante no restante da temporada.

Tarcísio (MEI) – Peça chave no meio. Um dos artilheiros do time em 2022 com quatro gols, Tarcísio oscilou entre más e boas partidas, mas foi constante na equipe titular de Leston Júnior. No clássico diante do Náutico, o meia figurou como um dos destaques e, mostrando bastante obediência tática, o camisa 10 foi importante no setor defensivo.

Rafael Furtado (ATA) – Primeira impressão positiva. Mesmo também sendo um dos artilheiros no ano, o atacante teve sua primeira chance como titular no Clássico das Emoções. E não decepcionou. Apesar de não ter balançado as redes, o camisa 9 foi considerado por muitos o melhor em campo. Além de sofrer o pênalti que garantiu o gol, o centroavante deu muito trabalho à defesa alvirrubra, tendo bastante movimentação e força física.

PARA FICAR DE OLHO: CARUARU CITY

Igor Leonardo (GOL) – Um dos melhores da posição. Destaque da equipe, o goleiro Igor Leonardo vai fazendo um excelente campeonato e chamando a atenção por suas defesas. O jogador, que também é dentista, foi muito bem contra o Náutico e por muito pouco não segurou o empate por 0 x 0, sendo o melhor em campo naquela ocasião.

Candinho (MEI) – O cara. Aos 35 anos, Candinho segue sendo destaque no cenário pernambucano. Homem das bolas paradas e com chute de longa distância invejável, o meia já tem três gols e três assistências no ano e é o principal jogador da equipe, além de ter a responsabilidade de ser criador de jogadas ofensivas.

Grafite (ATA) – Antigo algoz. Além de ter marcado um golaço contra o Santa em pleno Arruda, quando defendia o Sete de Setembro, Grafite também está como um dos destaques do City no ano. Atuando pelos lados do campo com muita velocidade, o atacante deve levar bastante perigo na partida decisiva, além de lances 1×1.

Arte: Mateus Schuler sobre fotos de Rafael Melo/Santa Cruz e Ellen Galvão/Caruaru City

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: