Náutico na Copa do Nordeste: como joga taticamente o Botafogo-PB

Por: Felipe Holanda

Farol das estrelas. De olho na classificação, o Náutico visita o Botafogo-PB para seguir na direção da luz e clarear caminho rumo à semifinal da Copa do Nordeste. Se passar, encara Fortaleza ou Atlético-BA. Partida do Timbu com o Belo acontece nesta quarta-feira (23) às 20h, no Almeidão, pelas quartas de final.

Separamos tudo sobre o próximo adversário alvirrubro: principais posicionamentos táticos, estilo de jogo, números, informações exclusivas de um setorista, jogadores para ficar de olho, e muito mais do Belo.

O TIME

Para o confronto com o Timba, o técnico Gerson Gusmão terá dificuldades para escalar o time titular. Isso porque o volante Pablo e o ponta Esquerdinha, ambos por suspensão, estão fora. Além deles, o lateral-direito Sávio, lesionado, também é carta fora do baralho, assim como o meia Anderson Paraíba. Ainda não há confirmação de quem serão os substitutos, mas a tendência manter o 4-2-3-1 como esqueleto tático.

Provável formação inicial dos paraibanos (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Intenso, mas nem sempre. Marcando 10 gols na primeira fase, o Botafogo deu suas cartas com a bola nos pés, variando entre o 4-3-3 e o 4-2-3-1 para agredir o adversário. O problema é que as peças ainda não estão 100% definidas, caso do lateral-direito Elias, revelado na base do Sport, que vai para seu terceiro jogo como titular.

Movimentação tricolor no terço final (Imagem: Nordeste FC)

“O sistema tático tem dois volantes. Um que segura mais, que volta entre os zagueiros para construir, e outro que às vezes carrega mais a bola e chega perto do meia. Esse meia é Anderson Paraíba, que tem tem passagem pelo Sport. Um cara de muita qualidade, ganhou alguns prêmios de melhor jogador da partida na Copa do Nordeste”

João Pedro Melo, do Podcast 90 Minutos de Belo

Quando quer valorizar a posse, o Tricolor da Maravilha do Contorno explora uma saída 3+1 com o goleiro, apoiado pela dupla de zaga e um dos volantes. A estratégia é simples: liberar os alas e tentar, assim, pegar a marcação rival desprevenida. Neste cenário, o ponta direita às vezes fecha como segundo atacante, geralmente na utilização de bolas longas.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Início de organização botafoguense (Imagem: Nordeste FC)

COMO DEFENDE

Se o ataque busca dias melhores, o sistema defensivo é mais eficiente. Sofrendo seis gols na primeira fase, o Alvinegro da Estrela Vermelha terminou como a segunda melhor defesa (empatado com outros cinco times), atrás apenas do Ceará, que foi vazado apenas duas vezes. Quando ameaçado, geralmente aposta no 4-4-2 para preencher melhor o meio; outra opção sem a bola é o 4-1-4-1.

As duas linhas de quatro paraibanas (Imagem: Nordeste FC)

“Anderson Paraíba é o que fecha mais com Gustavo Coutinho, tentando pressionar a saída de bola, ficando duas linhas de quatro. Os pontas voltam bastante e os dois volantes fecham em frente à zaga. Bem simples mesmo esse ferrolho. Um 4-4-2 bem desenhado. Os pontas tem muita obrigação defensiva e é um time muito disciplinado taticamente, que sabe se recompor quando é preciso”

João Pedro Melo, do Podcast 90 Minutos de Belo

Geralmente utilizando blocos médios, Gerson Gusmão pode adiantar suas linhas para pressionar a saída rival, formando um 4-3-3 triângulo com um dos laterais dando cobertura. Assim, consegue sufocar mais a transição e aumenta consideravelmente suas chances de desarme já no campo de ataque.

Botafogo apertando a troca de passes do Sampaio Corrêa (Imagem: Nordeste FC)

PARA FICAR DE OLHO

Luís Carlos (GOL) – A boa fase da defesa paraibana passa diretamente pelas mãos de seu camisa 1. Costumeiramente preciso debaixo das traves, Luís Carlos já evitou o Belo de algumas derrotas na temporada, fazendo grandes defesas, e também tem sua importância com a bola nos pés na saída para o ataque.

Leílson (PD) – Válvula de escape. Sempre com profundidade e velocidade, Leílson é um dos destaques do Belo num recorte recente. Já assinalou três gols na temporada, sendo um pela Copa do Nordeste, merecendo atenção especial, já que assume a posição do lesionado Anderson Paraíba.

Créditos da foto principal: Divulgação/Botafogo-PB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: