Alegria compartilhada: análise Afogados 1 x 1 Íbis

Por: Mateus Schuler

Bom para ambos. Afogados e Íbis garantiram permanência na elite do Campeonato Pernambucano Betsson 2022 neste domingo (27), na última rodada do Quadrangular do Rebaixamento. Debaixo de chuva no Vianão, em Afogados da Ingazeira, Felipe e Kelven foram os autores dos gols no 1 x 1.

Para o confronto decisivo pela continuação na Série A-1, a Coruja entrou em campo com uma novidade: o atacante Anderson, talismã da equipe, ficou de fora por lesão, tendo Wagner em seu lugar no 4-2-3-1. Já o Pássaro Preto, por sua vez, seguiu a máxima e apostou no “em time que está ganhando não se mexe”, mantendo o 4-3-3 da última partida.

Escalações iniciais de afogadenses e ibienses (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

A partida começou pouco movimentada, com o Afogados tendo mais a bola, enquanto o Íbis apostou nos contra-ataques para sair à frente no placar. No 4-1-4-1 de blocos médios sem a posse, o Pássaro chegou próximo de marcar: Celestino abriu na esquerda para Matheusinho, que dominou, limpou para o meio e bateu para defesa de Léo.

Mesmo sem muita criatividade, a Coruja seguiu indo para cima, porém parou na marcação dos rubro-negros. Tentando sair ao ataque construindo numa saída em 4+2, esbarrou constantemente no bloqueio adversário, procurando alternativas para escapar. Formando um 4-2-3-1 do meio em diante, teve os extremos dando amplitude, contudo não conseguiu ser efetivo na criação, o que deixou o marcador zerado até o intervalo.

Ibienses neutralizaram investidas dos afogadenses durante etapa inicial (Imagem: TV FPF)

Para o segundo tempo, Matheus Escavacini e Felipe foram acionados para as vagas de Weverton e Wagner, respectivamente, nos donos da casa. Logo no início, entretanto, um duro golpe: Matheusinho inverteu da esquerda para a direita no pé de Kelven, que fingiu cruzar e chutou para o gol, surpreendendo o camisa 1.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Superior praticamente durante toda a partida, a Coruja conseguiu chegar ao empate logo em seguida, aumentando os ares dramáticos no Vianão com a forte chuva. Mattheus cobrou escanteio na área, a defesa do Íbis não afastou por completo e Elias cruzou na medida para Felipe, que cabeceou e empatou o placar.

Coruja conseguiu balançar as redes só no segundo tempo (Imagem: TV FPF)

Mantendo a intensidade para buscar a virada, o Afogados não abdicou de ir ao setor ofensivo, seguindo no mesmo desenho de outrora. Breninho recebeu de Felipe e tentou finalizar na direção do gol, mas parou em defesa de Lucas Peixe. Lucas ainda deixou o campo para a entrada de Dacas, aumentando a ofensividade, porém sem surtir efeito.

Performando o mesmo 4-2-3-1 no ataque, o Pássaro Preto teve as entradas de Cléo e Kelvenny nos lugares de Paulista e Matheusinho, deixando Kelven na referência. Em alguns momentos, o Íbis ainda se postou no 4-2-4, tendo a dupla de volantes responsável pela criação, entretanto o gramado castigado pela chuva segurou o ritmo até o fim, dando alegria a ambos.

Visitantes aproveitaram fragilidades defensivas do Tricolor do Pajeú (Imagem: TV FPF)

Créditos da foto principal: Cláudio Gomes/Afogados FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: