Exorcizando fantasmas: análise Náutico 2 x 0 Operário

Por: Felipe Holanda

Operante. Em jogo histórico para Roberto Fernandes, o Náutico encerrou sequência negativa e venceu o Operário para se reerguer na Série B do Campeonato Brasileiro. Gols alvirrubros foram marcados, pela ordem, por Niltinho e Luís Phelipe, selando o 2 x 0 neste domingo (24), nos Aflitos, em confronto válido pela 3ª rodada.

Para o confronto memorável, o comandante alvirrubro promoveu mudanças no time titular, seja por opção ou forçadas. Na defesa, Bruno Bispo — que não foi inscrito no Pernambucano — voltou a formar a dupla de zaga ao lado de Camutanga, enquanto Ralph substituiu o suspenso Djavan junto a Rhaldney. No ataque, Niltinho entrou na vaga de Ewandro, já Léo Passos ganhou o lugar de Kieza, fora por lesão muscular.

Escalação inicial dos donos da casa (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

O roteiro inicial foi temerário. Logo nos primeiros segundos, Paulo Sérgio teve chance de abrir o placar para o Operário. Sorte que Lucas Perri defendeu. Eis que o Timbu respondeu, pouco depois. Após troca de passes, Hereda lançou bola para Rhaldney, que deixou Jean Carlos de frente para o gol; camisa 10, porém, finalizou rasteiro, parando na boa defesa do goleiro Vanderlei.

Aos poucos, os fantasmas iam sendo exorcizados. Valorizando mais a posse, o Náutico conseguiu ditar o ritmo do jogo, formando um 4-2-3-1 à procura de brechas na marcação paranaense e as chances não pararam de acontecer. Numa dessas, inclusive, Léo Passos até balançou as redes, mas a arbitragem assinalou impedimento após quatro minutos de revisão no VAR.

Construção dos pernambucanos ainda com o placar em branco (Imagem: Premiere)

Virando a chave. Após gol anulado, o time de Roberto Fernandes continuou trocando a maioria dos passes no campo de ataque, tendo Niltinho e Hereda protagonizando bola dupla pela direita. Já sem a posse, a alternativa era se fechar no 4-5-1, com Jean Carlos flutuando entrelinhas à espera de possível contra-ataque; 4-4-1-1 também foi variação.

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. De tanto insistir, a equipe alvirrubra balançou as redes, em lance que nasceu dos pés do próprio Jean. O camisa 10 lançou Léo Passos, que girou bem e serviu Niltinho; estreante da tarde bateu de primeira, dessa vez sem chances para Vanderlei e abrindo a contagem nos Aflitos.

Compactação do Timba sem a bola (Imagem: Premiere)

Depois de sete minutos de acréscimo, o segundo tento até poderia ter saído na etapa inicial, contudo o Timba não soube aproveitar as bolas paradas. A segunda metade iniciou no mesmo estilo que terminou a primeira, quando Léo Passos cruzou rasteiro na marca do pênalti e Jean perdeu novo gol feito, concluindo à esquerda da trave do Fantasma.

Mais um “quase”. Utilizando uma saída 4+1, com Ralph vindo buscar a bola, Niltinho teve nova chance, mas não aproveitou o lançamento bem sucedido. Foi o momento para Roberto promover as entradas de Luís Phelipe e Richard Franco nas vagas de Niltinho e Rhaldney, respectivamente. Taticamente, não teve muita mudança, entretanto o Timbu teve outra chance clara com Jean Carlos, que parou noutra boa intervenção de Vanderlei.

Posse do Timba com a vantagem no placar (Imagem: Premiere)

Na sequência, os sacados foram Léo Passos, destaque da partida, e Leandro Carvalho, entrando Amarildo e Robinho. A chance em seguida selou de vez o placar. Outra vez aos 33 minutos, agora no segundo tempo, o estreante Luís Phelipe aproveitou um passe preciso de Richard Franco, de letra, e estufou as redes de Vanderlei pela segunda e última vez.

Lucas Perri ainda precisou trabalhar pelo menos duas vezes para garantir o resultado, de fato. No fim, Victor Ferraz, outro que saiu do banco de reservas, ainda teve a chance do terceiro, no entanto também esbarrou na marcação alvinegra, minutos antes do apito final, sacramentando o primeiro triunfo dos pernambucanos na Segundona.

Créditos da foto principal: Tiago Caldas/CNC

Um comentário em “Exorcizando fantasmas: análise Náutico 2 x 0 Operário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: