Corujão: análise Afogados 1 x 1 Globo

Por: Mateus Schuler

Sonolento. Após abrir o placar, o Afogados não conseguiu aproveitar as chances que teve e ficou num empate amargo contra o Globo, mas se mantém na zona de classificação à segunda fase na Série D do Campeonato Brasileiro. Anderson Chaves fez o gol da Coruja, já João Aleluia descontou em favor da Águia, selando o 1 x 1 neste domingo (8), no Vianão; confronto válido pela 4ª rodada do Grupo A3.

Os afogadenses foram a campo com duas mudanças após a vitória sobre o América-RN, fora de casa, na última partida; ambas forçadas. Na zaga, Airton Júnior cumpriu suspensão pela expulsão e Guilherme entrou junto a Félix, já o volante Lucas sentiu lesão e Isakiel fez a estreia ao lado de Weverton, dando sequência ao 4-2-3-1.

Tricolor do Pajeú foi a campo com duas estreias (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

O confronto começou bastante equilibrado, mas com o Afogados buscando valorizar o fator casa. Indo para cima mostrando mais intensidade, a Coruja foi quem teve a primeira boa chance: Paulista levantou na pequena área na direção de Breninho e, mesmo bloqueado pela marcação, mandou para fora e não aproveitou.

Pouco depois, mantendo o 4-2-3-1 de base ao ter a posse, o Tricolor do Pajeú voltou a assustar a meta do Globo, que ficou mais acuado. Após pressionar a saída, a bola sobrou livre para Juffo pela esquerda; o camisa 10 fez o domínio e finalizou forte sobre a barra, tirando tinta do travessão e dando o primeiro susto.

Depois de tanto pressionarem e deixarem a Águia retraída, os afogadenses abriram o placar, sendo enfim recompensados. Em tiro de meta cobrado na direção de Juffo, o armador abriu na esquerda para Breninho, que fez ótima jogada individual e bateu com força; Iago Hass não encaixou e a sobra caiu para Anderson Chaves só completar.

Pernambucanos tiveram aproximação entre os blocos (Imagem: InStat TV)

Curtindo o conteúdo? Apoie o Pernambutático clicando aqui

A etapa final, por outro lado, voltou diferente da inicial, mesmo tendo a base que começou mantida. Antes dos dez minutos, tudo já havia ficado diferente, pois Juffo recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Logo depois, Júnior fez o cruzamento na pequena área e João Aleluia completou para o gol, levando a melhor sobre Léo.

Para tentar corrigir os erros e tentar ter a mesma ofensividade de outrora, os pernambucanos tiveram duas mexidas, ambas no ataque. Breninho e Isakiel foram sacados para entradas de Rogerinho e Felipe, respectivamente; time seguiu na mesma proposta, apesar da inferioridade numérica, se fechando em duas linhas de 4.

A melhor chance criada pelos donos da casa, durante todo segundo tempo, veio de maneira despretensiosa, mas sem alterar o placar final. O goleiro Léo cobrou falta ainda no campo defensivo, a bola cruzou o campo inteiro, bateu na pequena área e quase encobriu o arqueiro adversário; atento, Iago Hass tirou usando a ponta dos dedos.

Sistema defensivo afogadense em transição defensiva (Imagem: InStat TV)

Créditos da foto principal: Divulgação/Afogados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: