Bacalhau do Batata: análise Náutico 2 x 3 Vasco

Por: Felipe Holanda

Com que roupa eu vou? Descompassado, o Náutico não dançou conforme a música e perdeu do Vasco para se reaproximar do Z-4 na Série B do Campeonato Brasileiro. Thássio e Jean Carlos marcaram os gols alvirrubros, enquanto Nenê, Figueiredo e Andrey decretaram o 3 x 2 nesta terça-feira (7), no Arruda, pela 11ª rodada.

Roberto Fernandes não mudou muita coisa nos titulares. Ainda sem ter à disposição algumas peças importantes do elenco, casos de Camutanga, Rhaldney, Hereda e Júnior Tavares, a única mudança em relação ao jogo contra o Brusque foi Ewandro entrando na vaga de Ralph, dando mais mobilidade à escalação inicial do Timbu, com três homens de frente.

Como os pernambucanos foram a campo (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Após muito atraso para a chegada do novo padrão, o jogo começou em ritmo lento. Ninguém conseguiu criar, exceto por algumas bolas paradas. Se o Vasco tentou atacar, a estratégia do Náutico foi manter as duas linhas de 4, no 4-4-2 característico de Roberto Fernandes, na tentativa de assim frear as investidas cariocas.

A partida seguiu se arrastando. Parou a todo tempo, seja por intervenções do VAR ou da ambulância, que precisou ser acionada nas arquibancadas. Com mais de 70% de posse de bola, o Cruzmaltino até dominou as ações, mas não conseguiu levar real perigo à meta de Lucas Perri, pelo menos até a primeira metade da etapa inicial.

Posicionamento do Timbu sem a bola (Imagem: SporTV/Premiere)

Foi aí que em chute meio despretensioso pela distância, numa cobrança de falta, que Figueiredo aproveitou a falha de seu xará, Lucas Perri, para fazer um lindo gol, abrindo o placar no Arruda. Foi a primeira finalização perigosa, contudo não parou por aí. Nenê recebeu bola longa e finalizou com perigo para —desta vez — Lucas Perri defender.

Curtindo o conteúdo. Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Nas poucas investidas, o Timba não assustou Thiago Rodrigues, rodando a bola sem muita objetividade. O modelo mais utilizado era o 4-2-3-1, sempre contando com as chegadas dos laterais. Faltava inspiração para encontrar brechas na marcação vascaína, roteiro que se agravou de vez quando Nenê serviu e Andrey fez o segundo, ainda nos primeiros 45 minutos.

Donos da casa buscaram gol de empate ainda antes de sofrer o segundo (Imagem: SporTV/Premiere)

Roberto precisou mexer nas peças logo no intervalo, colocando os atacantes Amarildo e Robinho nas vagas de Ewandro e Léo Passos, respectivamente. A mudança quase surtiu um efeito imediato. Após bola longa, Robinho deu a profundidade na direita antes de acionar Jean Carlos, que bateu um pouco acima do alvo.

A intensidade permaneceu, com o Timbu chegando a formar um 4-2-4 na construção ofensiva, tentando encurralar o rival em seu campo de defesa. Nada feito. Tanto que o Gigante da Colina até conseguiu balançar as redes pouco mais tarde, mas a arbitragem marcou impedimento depois do auxílio do vídeo.

Um dos lampejos de criação dos alvirrubros (Imagem: SporTV/Premiere)

O prêmio veio em uma bela troca de passes pela esquerda, Pedro Vitor fez o arremate e parou no arqueiro vascaíno. No rebote, Thássio aproveitou bem a chance para estufar as redes após desvio na marcação que ainda enganou o goleiro Thiago Rodrigues, que nada pôde fazer. Foi o primeiro dos sintomas de reação.

Durou pouco. Logo em seguida, Nenê apareceu em contragolpe fulminante e completou para o gol vazio, explorando um descuido defensivo. Jean Carlos aproveitou, ainda, uma cobrança de pênalti, contudo nada que amenizasse consideravelmente aos comandados de Roberto Fernandes.

Créditos da foto principal: Tiago Caldas/CNC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: