Cangaceiro trapalhão: análise Globo 2 x 0 Afogados

Por: Ivan Mota

Perdido na emboscada. Desatento, o Afogados não conseguiu impor seu jogo diante do Globo e desperdiçou oportunidade de voltar ao G-4 no Grupo A3 da Série D do Campeonato Brasileiro. Em confronto disputado neste domingo (26) pela 11ª rodada, no Barrettão, a Coruja foi derrotada por 2 x 0, com gols marcados por Allyson.

O Tricolor do Pajeú teve apenas uma mudança em relação ao time que ficou no empate contra o Retrô na última rodada. Pedro Maycon, lesionado, deixou a equipe cedendo vaga para Nunes, o que manteve o tradicional 4-2-3-1 dos afogadenses no torneio, tendo Anderson Chaves no comando de ataque e o meia Breninho responsável pela armação.

Afogadenses tiveram manutenção do sistema tático mesmo alterados (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Precisando da vitória para retornar ao G-4, a Coruja já começou assustando logo a três minutos. Caindo bastante pelo lado, Anderson Chaves encontrou bom passe para Breninho: o camisa 10 invadiu a área e finalizou, mas parou em excelente defesa de Mizael, que evitou a abertura do placar no começo da partida.

Com o decorrer do tempo, os donos da casa passaram a ter mais a posse de bola, porém sem conseguir criar uma real chance de perigo à meta de Léo. A marcação pernambucana se fechou em duas linhas de 4 num 4-4-1-1, tendo Felipe e Nunes voltando para fechar a segunda linha, bloqueando o máximo de espaços.

Compactação defensiva dos pernambucanos surtiu efeito na etapa inicial (Imagem: InStat TV)

Aos 13 minutos, o Afogados perdeu nova oportunidade. Dessa vez, Anderson Chaves aproveitou saída de jogo errada da Águia e ficou frente a frente com o goleiro, contudo o artilheiro chutou fraco e facilitou ao goleiro adversário. O time potiguar seguiu tendo maior ritmo, mesmo dando espaços em contra-ataques e cometendo erros de passe.

Curtindo o conteúdo. Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Quando teve a posse, o Afogados se postou em seu 4-2-3-1, com Breninho atuando mais centralizado no ataque por alguns momentos, o que deixou o centroavante Anderson Chaves pela beirada. Ainda assim, o primeiro tempo terminou tendo o placar zerado, já que nenhum dos lados mostrou eficiência na pontaria.

Afogadenses tiveram aproveitamento ruim nas finalizações (Imagem: InStat TV)

A segunda etapa começou com pressão dos pernambucanos, que foram ao ataque por várias vezes e levando perigo, porém acabaram punidos por não concretizarem suas jogadas com gol. Alysson aproveitou falha da marcação afogadense após bom chute de Glaydson e abriu o placar para os donos da casa.

Buscando o empate, o Tricolor se postou num 4-3-3 depois de realizar várias mudanças. A melhor chance, entretanto, só foi acontecer do meio para o fim. Mattheus Silva acertou chutaço no travessão ao pegar rebote em cobrança de falta, mas quem comemorou novamente foram os potiguares e de novo nos pés de Alysson. Dessa vez, o artilheiro recebeu de Gustavinho e bateu na saída de Léo, dando números finais ao confronto.

Mudança de postura no ataque foi insuficiente para balançar as redes (Imagem: InStat TV)

Créditos da foto principal: Divulgação/Afogados FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: