Açucaradas: análise Sport 1 x 0 Doce Mel

Por: Mateus Schuler

“Adocica, BB, adocica”. O Sport venceu o Doce Mel, neste domingo (3), com gol em cobrança de falta açucarada de Débora BB e largou na frente pela classificação às quartas de final da Série A-3 do Brasileiro Feminino. Jogo de volta, no qual as leoninas jogam pelo empate, acontece no próximo sábado (9), às 15h, no Waldomiro Borges em Jequié.

A equipe entrou em campo sem novidades na escalação. Por conta da boa atuação na vitória sobre o Náutico, que assegurou a classificação, as rubro-negras foram com as mesmas jogadoras, buscando manutenção e dar mais sequência ao time. Dessa maneira, o 4-2-3-1 de flertes constantes ao 4-3-3 foi mantido.

Formação das pernambucanas frente ao time de Jequié (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Assim como no clássico frente às alvirrubras, a partida começou tendo muita intensidade do Sport, que conseguiu levar perigo logo no início. Layza chutou colocado de fora da área e Paloma defendeu sem sustos, dando indícios de como seria o decorrer da partida. A pressão persistiu durante boa parte dos primeiros 45 minutos, mas faltou criatividade no meio para poder chegar ao ataque.

Formando um 4-3-3 quando tiveram a bola, as Leoas continuaram insistindo e só voltaram a assustar a meta das baianas nos minutos finais do primeiro tempo. Após boa troca de passes no ataque, Débora BB tabelou com Layza e invadiu a pequena área, finalizando para um verdadeiro milagre da goleira, que evitou a abertura do placar.

Imposição rubro-negra não surtiu efeito no primeiro tempo (Imagem: Eleven Sports)

Apesar de precisar corrigir erros durante a etapa final, a treinadora Regiane Santos não fez nenhuma mudança, o que fez o Doce Mel ficar mais afoito e passar a buscar o resultado fora de casa. Assim, chegou muito perto de ir às redes quando a experiente zagueira Tânia Maranhão completou cobrança de escanteio e parou num milagre de Jana.

Curtindo o conteúdo. Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Se fechando com duas linhas de 4, assim como na primeira metade do jogo, as leoninas passaram a fechar melhor os espaços e neutralizar as investidas rivais. E o falso domínio das visitantes gerou as primeiras mudanças: saíram Ísis e Gessica para as entradas de Vanessinha e Íris, dando maior mobilidade ao setor ofensivo.

Compactação das pernambucanas em fase defensiva (Imagem: Eleven Sports)

Se faltou poder criativo ao ter a posse, a bola parada surgiu como opção. E a alternativa foi exitosa. Da intermediária, Débora BB bateu falta com perfeição e fez um golaço, dando novo ânimo à torcida presente à Ilha do Retiro. Assim se manteve, já que Vanessinha finalizou forte e parou numa intervenção de dois tempos.

Tentando permanecer intensa para sacramentar logo a vitória, o time rubro-negro passou a performar um 4-2-4, tendo a meia mais armadora junto às extremas e a centroavante. Ainda assim, quem ficou próximo de balançar a rede foram as adversárias quando Tainá desarmou Jana Micka, que cochilou na defesa, driblou a goleira Jana e mandou para fora, perdendo gol incrível e garantindo o triunfo leonino.

Leoas ainda buscaram ampliar, mas sem êxito (Imagem: Eleven Sports)

Créditos da foto principal: Sandy James/Sport

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: