Leão-marinho: análise Sport 2 x 0 Londrina

Por: Ivan Mota

Rei dos mares. Sob chuva, o Sport não tremeu diante do Tubarão, voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro e encostou no G-4. Em jogo disputado neste sábado (9), na Ilha do Retiro, o Leão derrotou o Londrina por 2 x 0, com gols marcados por Rafael Thyere e Sander.

Para sua estreia diante da torcida, Lisca fez duas mudanças em relação ao time que empatou com o Vasco na última rodada. Thiago Lopes voltou aos titulares, deixando William Oliveira no banco. A outra alteração foi causada pela lesão de Kayke e, assim, Búfalo assumiu o comando ofensivo.

Escalação inicial leonina para duelo contra paranaenses (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Pressão do Sport no começo. Empurrados pela torcida, os donos da casa iniciaram a partida indo para cima e marcando a saída de bola do Londrina no campo de ataque. E o resultado veio logo aos oito minutos. Juba cobrou escanteio na primeira trave, Thiago Lopes desviou e Rafael Thyere completou de cabeça para abrir o placar.

O ritmo diminuiu após o gol, mas o Leão tentou seguir no campo ofensivo, postado no 4-3-3 com Fabinho e Thiago Lopes variando de posicionamento, além dos avanços de Ewerthon e Sander pelas laterais. Os pernambucanos, porém, não conseguiram levar grande perigo ao goleiro Matheus Nogueira.

Sport avançou com apoio dos laterais após abrir o placar (Imagem: SporTV/Premiere)

Com o passar do tempo, o Tubarão começou a ter maior posse de bola e, para evitar os ataques adversários, o rubro-negro se posicionou num 4-4-2. Alan, que entrou aos 15 minutos após lesão de Giovanni, atuou mais avançado ao lado de Búfalo, enquanto Juba e Thiago Lopes recuaram para formar a segunda linha junto aos volantes.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

E o trabalho defensivo deu resultado. Apesar de crescer na partida, os paraenses não conseguiram dar sustos reais ao gol de Maílson. Por outro lado, o time da Praça da Bandeira também não chegou ao ataque com qualidade, ficando refém de finalizações de fora da área e mantendo a vantagem mínima até o fim da primeira etapa.

Leão se fechou no com duas linhas de 4 para evitar ataques do Tubarão (Imagem: SporTV/Premiere)

Apesar de ter levado perigo logo aos três minutos do segundo tempo, em cabeçada de Thiago Lopes, o Sport não voltou bem do intervalo. Com muita dificuldade na transição da defesa para o ataque, a equipe de Lisca não conseguiu assustar e viu os visitantes seguirem buscando o empate.

Sem a bola, os pernambucanos se fecharam em alguns momentos num 4-5-1, tendo apenas Búfalo isolado no ataque. Thiago Lopes, Alan e Juba fecharam a linha de cinco ao lado dos volantes, que se postou muito próxima à grande área e aos defensores.

Compactação defensiva rubro-negra na etapa final (Imagem: SporTV/Premiere)

Mas uma mudança aos 17 minutos foi fundamental para tranquilizar o clima na Ilha do Retiro. Ray Vanegas entrou na vaga de Búfalo, atuando centralizado na referência ofensiva. Pouco depois, o colombiano recebeu grande lançamento de Juba, se livrou bem da marcação e finalizou. O goleiro Matheus Nogueira deu rebote e Sander apareceu como elemento surpresa para ampliar o placar.

Com grande vantagem, os leoninos passaram a controlar mais a posse de bola, trocando passes no meio de campo e conseguindo partir para o ataque algumas vezes. Nesses momentos, se postaram no 4-2-3-1 de base, tendo Pedro Naressi atuando aberto pela direita e Ray Vanegas centralizado, o que manteve o resultado positivo até o apito final.

Leoninos atacaram no sistema tático-base depois das substituições (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Rafael Bandeira/SCR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: