Náutico na Série B: como joga taticamente o Bahia

Por: Ivan Mota

Precisando pontuar. No segundo jogo da era Elano, o Náutico vai até Salvador para enfrentar o Bahia, querendo apagar os erros da estreia do novo treinador e terminar a sequência de quatro derrotas na Segundona. Partida acontece nesta sexta-feira (29) às 19h, sendo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, na Arena Fonte Nova.

Separamos tudo sobre o próximo adversário alvirrubro: principais posicionamentos táticos, estilo de jogo, números, informações exclusivas de um setorista, jogadores para ficar de olho e muito mais do Tricolor de Aço.

O TIME

Enderson Moreira terá alguns desfalques importantes para a partida contra o Timba. Patrick segue fora por lesão, já Lucas Mugni cumpre suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Emerson Santos e Rezende devem fazer a dupla de volantes, enquanto outra possível novidade poderá ser a estreia de Copete como titular; colombiano disputa posição com Raí.

Possível escalação do Esquadrão para o duelo (Feito no Tactical Pad)

COMO ATACA

Com 21 gols em 20 jogos na Série B, o Bahia tem o segundo melhor ataque da competição junto a Londrina, Grêmio e Criciúma, ficando atrás de Cruzeiro e Sampaio Corrêa apenas. Sob o comando de Enderson Moreira, o time passou a atuar com três zagueiros, dando aos defensores papel importante na saída de jogo, já que iniciam as jogadas ao lado da dupla de volantes e liberam os alas.

Tricolor de Aço iniciando ações ofensivas com uma saída 3+2 (Imagem: SporTV/Premiere)

No campo de ataque, o trio de zaga também faz parte da criação. Postando-se muitas vezes em um 3-4-3, onde os alas atuam na linha com os volantes tentando municiar a trinca ofensiva comandada pelo centroavante Matheus Davó. O artilheiro do Tricolor na Segundona tem ainda as companhias de Raí e Daniel, mostrando intensa movimentação no setor.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Linhas mais adiantadas dos baianos em fase ofensiva (Imagem: SporTV/Premiere)

“Bahia utiliza do contra-ataque para agredir seus adversários. O time agora busca usar a velocidade pelos lados com pontas abertos, além de ter as presenças de André e Matheus Bahia como alas, sendo sempre muito intenso quando vai ao setor ofensivo”

Lucas Cézar, repórter do Canal do LC

COMO DEFENDE

O setor defensivo é um dos grandes trunfos dos baianos na atual temporada. Terceira equipe menos vazada da competição, com somente 11 gols sofridos em 20 jogos, passou a atuar com três zagueiros após mudança no comando. Assim, costuma se fechar no 5-4-1 e tem os pontas fazendo a segunda linha ao lado dos volantes e os alas retornando para atuar junto ao trio de defesa.

Esquadrão se fecha em linha de 5 para diminuir espaços (Imagem: SporTV/Premiere)

“Com o esquema de três zagueiros, o Bahia agora tem a linha de 5 para controlar o ritmo, adiantando mais sua marcação e fazendo uma linha de 4. Os atacantes voltam para compor a faixa de marcação pelos lados, dando apoio aos laterais sem a bola”

Lucas Cézar, repórter do Canal do LC

Outra possibilidade, ainda mantendo a primeira linha de 5 mas com maior liberdade, é se postar num 5-3-2. Nestas ocasiões, um dos atacantes de lado — nesse caso Daniel — joga mais próximo a Matheus Davó, enquanto o outro recua para fechar ao lado dos meias mais defensivos, dando mais facilidade para um possível contra-ataque.

Compactação do time de Salvador sem a posse (Imagem: SporTV/Premiere)

PARA FICAR DE OLHO

Danilo Fernandes (GOL) – Marca importante. Desde julho de 2021 no Bahia, o goleiro completará contra o Timbu o jogo de número 50 pelo Tricolor. Titular em todos os jogos desta Série B, Danilo Fernandes não sofreu gols em nove partidas e também se destaca pelo número de defesas: 59 no total, com 21 delas em chutes de dentro da área.

Daniel (MEI) – Polivalente. Meia de origem e já tendo atuado até de volante, Daniel vem atuando mais avançado nesses últimos jogos pelo Esquadrão, já que aparece muitas vezes pelo lado de campo como ponta. Em 19 partidas, o meio-campista soma dois gols e duas assistências até o momento e é peça importante no ataque de Enderson Moreira nesta Segundona.

Matheus Davó (ATA) – O artilheiro. O jovem atacante de 22 anos é o jogador do Bahia com mais participações direitas em gol. Atuando como titular em 13 oportunidades, balançou as redes quatro vezes, além de ter sido garçom por outras três. Tendo a velocidade com um de seus trunfos, faz originalmente a função de centroavante, mas se movimenta bastante por meio e ataque.

Créditos da foto principal: Felipe Oliveira/EC Bahia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: