Asas da realidade: ASA 2 x 0 Afogados

Por: Ivan Mota

Caindo na real. O Afogados se despediu da Série D do Campeonato Brasileiro após campanha digna: perdeu do ASA pela segunda vez seguida e deu adeus às chances de chegar às oitavas. A partida realizada neste domingo (31), no Estádio Fumeirão, marcou o fim da temporada para a Coruja; gols dos alagoanos foram de Xandy e Diego Rosa.

Depois de repetir duas vezes a escalação nos últimos jogos, Ito Roque optou por uma mudança no sistema tático, indo para o jogo decisivo com um 3-5-2. Félix entrou no time titular para formar o trio de zaga junto a Airton Júnior e Guilherme, dando liberdade aos laterais atuarem mais avançados no papel de alas, já Marquinho fez a criação para Renezinho e Anderson Chaves.

Formação inicial dos afogadenses para duelo decisivo (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Precisando vencer para levar a decisão ao menos para a disputa de pênaltis, o Afogados tentou ir ao ataque desde o primeiro minuto, buscando descidas principalmente com Mattheus Silva, pelo lado esquerdo de campo. Porém, a grande chance dos primeiros minutos foi criada pelo ASA quando Thallyson bateu escanteio na área e Alysson Dutra acertou uma potente cabeçada, no entanto Léo fez grande defesa.

Ainda assim, os pernambucanos seguiram sem abdicar de atacar, partindo para cima no 3-5-2 inicial, tendo Mattheus Silva e Toninho Paraíba abertos, já Renezinho formou a dupla de ataque com Anderson Chaves. Ainda assim, as melhores oportunidades continuaram a favor do Fantasma, que novamente chegou levando perigo numa bola área, dessa vez em tentativa de Ermínio.

Coruja apostou na manutenção da tática-base para abrir o placar (Imagem: InStat TV)

Com meia hora de bola rolando, o Tricolor do Pajeú sofreu um duro golpe. O zagueiro Félix levou cartão vermelho direto após parar contra-ataque muito perigoso. Pouco antes, o time já havia perdido outro defensor, quando Airton Júnior saiu lesionado e abriu vaga para entrada de Isakiel, volante de origem que passou a atuar na zaga.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Inferiores numericamente, os afogadenses passaram a variar a postura sem bola, alternando entre 5-3-1 e 4-4-1, dependendo principalmente da posição de Isakiel nas primeira e segunda linhas. Outra mudança foi o recuo de Dim, já que passou a atuar mais próximo aos defensores quando não tinha a posse, mantendo o placar inalterado até o fim do primeiro tempo.

Após expulsão, Afogados passou a se fechar em linha de 5 (Imagem: InStat TV)

A segunda etapa voltou em ritmo desacelerado e o Tricolor do Pajeú ainda sonhando com a vitória, mas encontrou muitas dificuldades para chegar ao ataque. Aos 16 minutos veio o balde de água fria: Thalysson cruzou pelo lado esquerdo e Xandy completou para o gol, quando a bola sobrou livre e tendo o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Sem nada mais a perder, os afogadenses tentaram ir com tudo ao ataque, se postando num 2-4-3 com Matheusinho e Renezinho atuando abertos nas pontas. O segundo gol do jogo foi novamente dos donos da casa e no fim. Já aos 49 minutos, Xandy recebeu na esquerda e, agora, virou garçom, tocando para Diego Rosa mandar de primeira para fechar o caixão do time sertanejo.

Pernambucanos atacaram com apenas dupla de zaga atrás do meio (Imagem: InStat TV)

Créditos da foto principal: Ítalo José/Afogados FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: