Despedida: análise Fluminense 2 x 0 Náutico

Por: Mateus Schuler

A hora de ir. O Náutico encerrou participação no Brasileiro de Aspirantes como estreou: perdendo para o Fluminense por 2 x 0. Somando apenas um ponto no total, o Timbu foi derrotado no Luso-Brasileiro nesta quinta-feira (11), pela sexta rodada do Grupo C, com gols de Alexandre Jesus e Gustavo Apis.

Sem surpresas. Na partida de despedida da competição, o Timba entrou em campo com apenas uma mudança do empate diante do Sport: Luís Felipe, já integrado ao profissional, abriu vaga para a entrada de Pepeu, acionado nos últimos dois confrontos. O treinador Thiago Souza, assim, manteve também o sistema tático inicial: 4-2-3-1.

Formação inicial do alvirrubros frente aos alvinegros (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Mesmo sem pretensões, o Náutico iniciou a partida tentando segurar o ritmo do Fluminense, que precisou vencer para poder garantir a classificação sem depender do outro resultado. Ainda assim, a primeira boa chance criada foi dos anfitriões, quando Alexandre Jesus recebeu lançamento de João Pedro na pequena área e bateu em cima de Bruno.

Formando um 4-4-2 de blocos médio/altos para neutralizar as investidas do Flu ainda no campo de defesa, o Timbu não conseguiu mostrar efetividade e cedeu espaços para infiltrações. Em uma delas, Samuel encontrou Alexandre Jesus, que dominou e chutou na saída do goleiro alvirrubro. Pouco depois, foi a vez do atacante virar garçom e servir Gustavo Apis; na entrada da área, o camisa 7 finalizou de primeira e acertou o ângulo.

Forte marcação dos pernambucanos em blocos médio/altos (Imagem: Flu TV)

Pouco produtivo ofensivamente ao longo de toda etapa inicial, o Timba subiu mais as linhas com resultado favorável aos cariocas para ao menos diminuir a desvantagem. Saindo para o ataque no 3+2, teve somente um único lance de perigo: Lucas Paraíba recuperou bola no meio e passou em profundidade para Júlio, que fez boa jogada individual e arrematou rente à trave esquerda.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Na volta para o segundo tempo, a postura se manteve: falhando na criação e dando descuidos defensivos. Foi assim que os tricolores ficaram próximos do terceiro gol na partida. João Pedro cobrou escanteio no meio da pequena área, os defensores não subiram e Samuel cabeceou para grande defesa de Bruno.

Tentativa de transição ofensiva do Timba (Imagem: Flu TV)

Para aumentar a ofensividade, Thiago Souza promoveu as primeiras mexidas na equipe: Kayon e Léo Gomes nas vagas de Café e Tagarela. Desse modo, o time passou a se postar num 4-2-3-1, o que gerou maior movimentação com as peças de ataque, entretanto sem conseguir mostrar criatividade quando tiveram a posse.

Do meio para o fim do duelo, Luan e Brunão foram sacados para entradas de Lucas Henrique e Marcelinho, assim como Marcelo no lugar de Diego, visando as últimas cartadas. O poder criativo praticamente se manteve nulo durante os minutos finais e o placar não teve novas modificações até o árbitro apitar o encerramento.

Tentativa de imposição dos alvirrubros na etapa final (Imagem: Flu TV)

Créditos da foto principal: Mailson Santana/FFC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: