Medo do escuro: análise Náutico 1 x 2 Vila Nova

Por: Ivan Mota

Caminhando sozinho. Com direito a pênalti não marcado, o Náutico sofreu nova derrota na Série B do Campeonato Brasileiro ao perder — de virada — para o Vila Nova por 2 x 1 e caiu à lanterna. Em partida realizada nesta sexta-feira (19) nos Aflitos, pela 25ª rodada, o Timbu abriu vantagem num gol contra de Rafael Donato, mas Wagner e Rafael Donato — se redimiu — viraram o placar.

No primeiro jogo após a saída de Lucas Perri, o Timba foi para o duelo contra o Tigre com Bruno substituindo o antigo camisa 1. As outras novidades foram João Paulo no trio de defesa, Júnior Tavares na lateral esquerda e Jonathas Jesus no ataque na vaga de Kieza, além do retorno de Jean Carlos à equipe titular depois de ficar como reserva na derrota sofrida diante do Guarani, na última rodada.

Escalação inicial dos pernambucanos frente ao Colorado (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Susto logo no início. A primeira boa chance do jogo surgiu aos dois minutos e foi dos visitantes, quando Kaio Nunes completou um cruzamento de Alex Silva e por pouco não abriu o placar. Porém, o Náutico passou a ter mais posse de bola e controlou melhor o ritmo, chegando em chutes de longa distância de Jean Carlos e cruzamentos na pequena área.

Foi justamente pela segunda opção que o Timbu saiu à frente. Anilson cruzou pela direita, o goleiro Tony não conseguiu segurar e a bola bateu no zagueiro Rafael Donato antes de morrer no fundo das redes. Pouco depois, o lance se repetiu e quase aconteceu outro gol contra. Dessa vez, Alisson Cassiano fez o corte errado e por pouco não mandou no seu próprio patrimônio. Tentando aproveitar o nervosismo do Tigre, os alvirrubros avançaram num 3-5-2, com Souza atuando mais avançado em relação aos seus companheiros de meio-campo.

Postura ofensiva em vantagem no marcador (Imagem: SporTV/Premiere)

A situação mudou na reta final, quando os comandados de Elano recuaram as linhas defensivas, dando espaço para os goianos avançarem e passarem a criar mais oportunidades. Mesmo fechados num 5-3-2, os pernambucanos sofreram forte pressão e acabaram fechando o primeiro tempo tendo menos tempo com a bola.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Bruno fez duas defesas em jogadas aéreas, porém foram nas finalizações de longa distância que o Vila Nova levou mais perigo. A primeira com Alex Silva, aproveitando a sobra após um cruzamento e chutando de primeira tirando tinta da trave. Logo depois foi a vez de Wagner. O experiente meia quase fez um golaço em chute de fora da área, parando no poste.

Timbu fechado em linha de 5 para evitar pressão do Vila (Imagem: SporTV/Premiere)

O Náutico voltou do intervalo com duas mudanças até ousadas. Kieza entrou retornando na vaga de Jonathas Jesus e Pedro Vitor no lugar de Souza, o que fez o começo da segunda etapa ser mais monótono e sem grandes chances para ambos os lados. A primeira boa chegada dos anfitriões saiu novamente dos pés de Jean Carlos, finalizando de longe para defesa de Tony.

Mesmo realizando novas alterações, o Timbu seguiu com sua linha de cinco quando não tinha a bola, e passou a performar um 5-4-1, tendo Pedro Vitor e Jean Carlos fechando pelos lados; Kieza ficou adiantado no ataque. Assim, se mostrou seguro e conseguiu evitar os ataques do Colorado, que levou perigo por meio de cruzamentos.

Pernambucanos seguiram formando linha de cinco após alterações (Imagem: SporTV/Premiere)

Tentando sacramentar a vitória, os donos da casa partiram ao ataque no 3-4-3, com Pedro Vitor e Jean Carlos formando o trio ofensivo junto a Kieza, no entanto sem sucesso. E aos 33 minutos começou a virada goiana nos Aflitos. Wagner recebeu cruzamento rasteiro de Railan e finalizou já dentro da área; Bruno deu rebote e o próprio camisa 17 pegou a sobra para empatar o jogo.

O castigo final veio já aos 45 minutos. Praticamente no lance seguinte após um polêmico pênalti não marcado, Alex Silva mandou um lateral longo para a pequena área e Rafael Donato, autor do gol contra no primeiro tempo, se redimiu e mandou de cabeça no canto esquerdo, confirmando o resultado final.

Alvirrubros buscam ampliar atacando no 3-4-3, mas sem sucesso (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Tiago Caldas/CNC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: