Sobrevivendo no inferno: análise Náutico 2 x 0 Ituano

Por: Mateus Schuler

Vitória racional. Mostrando um pouco de lucidez contra o rebaixamento, o Náutico ganhou uma sobrevida no inferno tentando achar a fórmula mágica da paz para se salvar do descenso. Nesta sexta-feira (2), nos Aflitos, o Timbu bateu o Ituano por 2 x 0 com gols de Geuvânio e Souza em jogo pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Novidades entre os titulares. Sem as presenças de Wellington e Jean Carlos, suspensos, o técnico Dado Cavalcanti optou por promover Arthur Henrique e Everton nos 11 iniciais. Maurício também ficou como ausência, mas por lesão muscular, e João Paulo — voltando de suspensão — foi escolhido na vaga. Já Júlio ganhou espaço ao lado de Kieza no ataque, substituindo Jobson, baixa após uma gripe.

Formação inicial do Timba contra os paulistas (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Apesar de necessitar do triunfo a todo custo, por conta da situação ruim na tabela, o Náutico começou a partida mais retraído, mesmo jogando dentro de casa. E isso fez o Ituano conseguir a primeira boa chance: Gabriel Ramos cruzou na pequena área e Léo Ceará cabeceou para defesa em dois tempos de Jean.

Por estar no seu próprio campo, o Timbu alternou entre 4-4-2 e 4-5-1 quando ficou sem a bola, mas passou a tentar chegar mais vezes ao setor ofensivo e mostrou dificuldades. Num contra-ataque, o Galo voltou a levar perigo para a equipe pernambucana, com Kaio recebendo livre pela direita e chutando cruzado; finalização também ficou no goleiro.

Timba postado em fase defensiva (Imagem: SporTV/Premiere)

Tais lances deixaram a torcida impaciente, tendo reflexo quase que imediato dentro de campo, tentando aumentar o poder de fogo dos alvirrubros. Ainda assim, faltou criatividade no último terço, o que era insuficiente para alterar o placar. Falho nos passes-chave, o time anfitrião buscou alternativas para ter a vantagem antes do intervalo.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Formando o próprio 4-2-3-1 de base, os donos da casa enfim deram sustos à meta rubro-negra. E em lances praticamente sequenciados. Thomaz deu um passe na medida para Kieza que, de frente para o gol, arrematou forte sobre o goleiro Jefferson Paulino. Depois, Júlio foi servido já na pequena área e deu o chute próximo à trave esquerda.

Manutenção da tática-base no campo ofensivo (Imagem: SporTV/Premiere)

O Náutico voltou a campo no segundo tempo modificado. Kieza, que teve de fazer pontos após choque na cabeça, saiu para entrada de Geuvânio, já Júlio foi sacado por Luís Phelipe. As mudanças até deram maior presença ao setor de ataque, tendo a primeira boa chance antes até dos cinco minutos: Franco recebeu na pequena área, girou sobre a marcação e soltou o pé, ficando em defesa de Jefferson Paulino.

Ainda que estivesse demonstrando volume ofensivo, o Timbu não conseguiu achar espaços na defesa do Galo, caindo de produtividade. Com o equilíbrio dentro de campo, a equipe de Dado Cavalcanti passou a formar um 4-5-1 de blocos médio/altos, tentando pressionar a saída adversária para recuperar a posse de imediato.

Linhas mais altas para buscar desarmar já no ataque (Imagem: SporTV/Premiere)

Tentando novas opções para atacar, o comandante alvirrubro promoveu as entradas de Luís Felipe e Pedro Vitor, tirando Franco e Everton. Apesar disso, o time de Itu foi quem conseguiu levar perigo. Vinícius Paula disparou livre com velocidade no contra-ataque, mas finalizou em cima de Jean e desperdiçou bom momento.

Passando a atacar num 4-3-3, os pernambucanos mostraram eficiência nas finalizações e, como quem não faz, leva, saíram em vantagem no marcador. Pedro Vitor arrancou pela direita e fez o cruzamento na primeira trave para a chegada de Geuvânio, que completou para o gol. Pouco depois, Jean lançou de uma área à outra e Lucas Dias derrubou Geuvânio já dentro da pequena área; Souza bateu com categoria e deu números finais ao confronto.

Trinca no meio-campo deu mais sustentação à criação ofensiva (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Tiago Caldas/CNC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: