Pedra na cruz: análise Vasco 4 x 1 Náutico

Por: Mateus Schuler

Pagando pelos pecados. O Náutico perdeu a oportunidade de deixar a lanterna e embolar a disputa contra o rebaixamento ao ser derrotado pelo Vasco. Nesta sexta-feira (16), em São Januário, o Timbu perdeu por 4 x 1 na 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro; gols de Raniel, Eguinaldo, Andrey e Figueiredo; Everton descontou.

Poucas mudanças. Recuperado de lesão, Maurício ganhou a vaga de Arthur Henrique — agora lesionado — ao lado de João Paulo, já Júnior Tavares foi o substituto do suspenso João Lucas na lateral esquerda. No meio, Jean Carlos recuperou a titularidade no lugar de Kieza, tendo também Jobson ocupando o espaço de Franco, que cumpriu suspensão.

Formação inicial do Timba contra os alvinegros (Feito no Tactical Pad)

COMO FOI

Apesar de brigas distintas, Vasco e Náutico entraram em campo com a meta igual: vencer. Por conta disso, a partida teve um começo muito movimentado e os dois lados pecando na criação, mostrando ansiedade quando tiveram a bola. Ainda assim, o Timbu não se intimidou jogando fora de casa e tendo os torcedores contra, procurando ter o controle do jogo.

Formando um 4-3-3 quando deteve a posse, demonstrou mais criatividade e passou a levar perigo na direção da meta do Cruzmaltino. A primeira chance veio quando Jean Carlos cobrou escanteio rasteiro dentro da pequena área, confundindo a marcação, e Souza bateu à meia-altura, mas a defesa tirou. A pressão persistiu e, na sequência, Jobson recebeu de Souza na intermediária e chutou rasteiro; Thiago Rodrigues não encaixou, afastando para escanteio.

Alvirrubros formando duas trincas do meio para frente (Imagem: SporTV/Premiere)

Apesar de ser mais intenso, o Timba tomou o primeiro susto, já que o Gigante da Colina chegou a balançar as redes e teve o lance impugnado. Em contra-ataque, Eguinaldo serviu Raniel na direita, que saiu de frente para Jean e deu o toque para o gol na saída do goleiro, porém o impedimento foi marcado. O duelo teve menor ritmo, contudo a superioridade passou a ser dos cariocas.

Curtindo o conteúdo? Apoie nosso projeto clicando aqui ou via pix. Chave: pernambutatico@gmail.com

Alternando entre 4-4-2 e 4-5-1 em fase defensiva, os pernambucanos viram os alvinegros abrirem o placar num pênalti polêmico. Andrey completou bom cruzamento na pequena área e foi marcada mão de Maurício; Raniel cobrou seguro e estufou a rede. Na sequência, Eguinaldo recebeu pela esquerda, fez boa jogada individual e acertou o canto direito.

Marcação em blocos médios sem a bola (Imagem: SporTV/Premiere)

O Náutico voltou a campo sem mudanças, entretanto precisando ajustar seu sistema defensivo. O castigo veio de imediato. Andrey pegou bem a sobra na entrada da área e emendou o chute com desvio em Victor Ferraz, mas a bola morreu no fundo do barbante. Um banho de água gelada no primeiro minuto da etapa final.

Com a desvantagem ficando cada vez maior, Dado Cavalcanti teve de fazer a primeira substituição por lesão. O zagueiro Maurício saiu para a entrada de Anilson, que variou com Victor Ferraz na lateral direita. Ainda assim, o time se mostrou vivo no confronto e conseguiu levar perigo, mesmo fechado num 4-5-1, quando Thomaz arrematou da intermediária, Thiago Rodrigues resvalou e a bola parou no travessão.

Postura defensiva permaneceu inalterada (Imagem: SporTV/Premiere)

Observando a evolução mesmo na inferioridade, Dado colcou a equipe para cima tentando ao menos o tento de honra. Júnior Tavares, Thomaz e Jobson foram sacados e tiveram Pedro Vitor, Júlio e Luís Felipe em suas vagas, nesta ordem. E deu certo. Jean Carlos lançou Everton em profundidade pela direita, que dominou nas costas da defesa e bateu na saída de Thiago Rodrigues.

A ligação direta permaneceu sendo a alternativa para os alvirrubros, já que a marcação vascaína demonstrou solidez, mesmo vacilando no gol. Kieza foi a campo no lugar de Geuvânio, mantendo a saída 4+2, contudo os alvinegros transformaram a vitória em goleada na reta final: Figueiredo deu chutaço de fora da área e fez um golaço.

Timba apostou na ligação direta para atacar (Imagem: SporTV/Premiere)

Créditos da foto principal: Daniel Ramalho/CRVG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: