O maestro coral: o que esperar taticamente de Rondinelly no Santa Cruz

Por: Felipe Holanda A clave que faltava para a sinfonia de Bolívar. Experiente e com um vasto currículo, Rondinelly é a nova arma do Santa Cruz para a disputa da Série C. O meia de 35 anos chega ao Arruda com a missão de preencher lacunas no meio campo coral e pode formar boa duplaContinuar lendo “O maestro coral: o que esperar taticamente de Rondinelly no Santa Cruz”